Reflexões

Então é natal!

E não teria época mais gostosa do que essa! Como eu sou complemente louca por esse período. Eu realmente não sei explicar o quanto me faz bem, mas esse ano, tive uma prova bem clara do efeito que ele tem em mim.

Fui visitar uma loja (não deveria nem ser permitido chamar de uma loja, deveria ser nomeada como um paraíso, um cartão postal, uma experiência, nem sei), para ver a decoração de natal, que estava simplesmente deslumbrante.

Mesmo. Não tinha um pedaço que não estivesse decorado, que não tivesse luzinhas brilhando, enfeites vermelhos, bichinhos natalinos e tudo o mais que você possa imaginar. Estava realmente maravilhoso.

E foi assim, ao entrar ali, ser impactada por cada centímetro de decoração e começar a descer as escadas para a parte inferior da casa – onde tinha muito mais de tudo isso – que eu senti o meu coração disparar. Senti de verdade. Pude perceber o ritmo acelerado e a respiração mais ofegante. Foi ao som do meu digníssimo Michael Bublé e sua melhor playlist natalina, que eu tive a prova de que o impacto disso é real no meu corpo. É um nível de alegria, felicidade, emoção, que eu não consigo descrever. Me faltam palavras.

E tá tudo bem você achar que é um exagero. Numa boa, eu entendo. Mas não consigo e sequer quero deixar de sentir essa emoção.

Foi meu primeiro ano de árvore de natal própria (uma conquista que merece ser celebrada praticamente como a casa própria, ainda mais considerando os custos das coisas esse ano) e como amo olhar para ela todo dia. Ansiosa que sou, já olho com saudade. Aprecio sabendo que em breve não estará lá. Mas não deixo de me encantar ou sentir e me lembrar que se esse ano eu a montei no dia 14 de outubro, ano que vem será permitido começar uma semana antes, para ter bastante tempo pra admirá-la (porque cá entre nós, uma coisa que dá tanto trabalho pra ser montada, merece ficar por mais tempo ali).

O natal merece tudo isso. Merece mesmo. É época de celebrar, de agradecer, de louvar. Eu amo saber que estarei junto com os meus familiares revivendo memórias, mas mais que isso, tenho a verdadeira intenção de criar novas memórias a cada ano.

Ter a minha primeira árvore e começar o pequeno grande investimento de decorá-la já me vem com um gostinho de quero mais. De saber que a cada ano eu colocarei novos enfeites para compor essa decoração. Que um ano a novidade será o Elfo (chegando cada dia de dezembro em um local diferente e deixando as crianças super animadas com isso), no outro as botas com os nomes de cada um da casa (tá, era pra ser esse ano também, mas a moça ficou sem a máquina de costura e eu já aceitei que será para o próximo), no outro uma linda guirlanda do jeito que eu sonhei, e por aí vai.

É realmente mágico, e é assim eu quero que ele seja. Com cheiro de canela e especiarias. Com gosto doce de memórias, amor e celebração.

Um feliz e abençoado natal!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s